Foi pouco contra o Guaratinguetá! 0

No último domingo, na cidade de Osasco, em jogo da penúltima rodada do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C, a Portuguesa venceu o Guaratinguetá por 3 a 1.

Na sua terceira partida dirigindo a Portuguesa, o técnico Márcio Ribeiro contou com os retornos dos laterais Cesinha e Denner. Além disso, optou por montar a defesa lusa com dois zagueiros. Precisando vencer ele colocou dois jogadores abertos pelos lados do ataque com um homem de área mais enfiado na zaga contrária.

1º tempo.                                                                                                 

A bola rolou e acabou se confirmando tudo que foi projetado durante a semana. O time rubro-verde adotou postura ofensiva na busca dos gols e do resultado positivo.

Com menos de três minutos a Portuguesa tentou dois chutes contra a meta do Guará ( Bruno Xavier e Ronaldo).

Aos 6’ a primeira jogada de perigo. Denner cobrou falta e a bola passou raspando a meta contrário. Embora tivesse mais posse de bola e presença no ataque, a Portuguesa encontrou dificuldades para criar as oportunidades de gol.

Aos 17’, Samuel foi expulso e o Guará passou a jogar com dez jogadores. Passados três minutos e a Lusa abriu o placar. Falta na meia-direita do ataque, Denner cobrou bem a bola bateu no poste esquerdo e voltou para Marcelo marcar.

Estava aberto o caminho da vitória aos lusos. Bastava manter o ritmo, a postura e buscar uma contagem maior. O panorama da partida era totalmente favorável ao time do Canindé. As jogadas de ataque continuaram. Aos 25’, bom chute de Bruno Xavier sobre o travessão do Guará. Aos 35’, Cesinha fez grande jogada individual pela direita e  arrematou sem ângulo, a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 36’, novo chute de Bruno Xavier no canto esquerdo e boa defesa de Fraysmar. Aos 38’, tiro de Cesinha que o goleiro do Guará rebateu. Aos 39’ troca de passes de Michel, Denner e Nunes que bateu fraco, de bico, e Fraysmar pegou. Tudo isso com o goleiro Pegorari sendo mero espectador da partida.

Quando menos se esperava o Guará chegou ao empate. Aos 42’, Denner errou na intermediária lusa, perdeu a bola para o bom Anderson Oliveira que fez um verdadeiro Carnaval em cima dos zagueiros da Portuguesa e chutou colocado no canto esquerdo de Pegorari para igualar o marcador. Inadmissível sofrer um gol de uma equipe com dez jogadores e de baixíssima qualidade técnica. Ainda mais quando um jogador levou uma defesa inteira antes de fazer o gol. A Portuguesa sentiu o gol e ainda viveu situação de perigo aos 45’, Anderson Oliveira armou contra-ataque e serviu Elivelton que chutou rente ao travessão de Pegorari.

2º tempo.                                                                                              

A Portuguesa voltou atacando e logo aos 7’ desempatou. Cesinha levantou da direita, Nunes raspou a cabeça na bola que sobrou para o chute certeiro de Bruno Xavier no canto esquerdo.  Para ajudar ainda mais a Portuguesa, aos 16’, o perigoso Anderson Oliveira, deixou o campo lesionado.

Aos 19’, boa ação de Michel que finalizou no ângulo direito de Fraysmar que fez grande defesa. A pressão lusa era forte, faltava lucidez nas conclusões. O terceiro gol surgiu aos 39’ quando Bruno Mineiro sofreu foi travado dentro da área, pênalti que ele mesmo cobrou e definiu o placar. Ainda houve tempo para Burno Duarte finalizar e forçar Fraysmar a fazer outra grande defesa.

Apesar de ser uma vitória importante na luta pela permanência lusa na Série C, o resultado foi pequeno para as necessidades da Portuguesa. Entendo que o time luso deixou escapar excelente oportunidade de zerar o saldo negativo de gols que tem.

O pepino ficou para o próximo domingo em Tombos contra uma equipe que ainda busca a classificação. Missão muito complicada tem a Portuguesa na ultima rodada. Vencer lá é muito difícil.

Na Lusa:

Pegorari – trabalhou pouco e não teve culpa no gol sofrido.

Cesinha – começou errando passes. Depois se tornou um dos melhores em campo. Seu apoio pela direita foi importante.

Marcelo – atuação regular. Méritos pelo gol marcado.

Augusto – regular.

Denner – errou no lance do gol de Anderson Oliveira. Foi bem na cobrança das faltas. Teve participação importante no apoio pela esquerda.

Alê – Atuação tranqüila no setor de meio-campo.

Ronaldo – marcou bem. Continua errando quando tenta finalizar de fora da área.

Michel – fez um grande jogo.

Bruno Xavier – marcou um gol, arriscou vários chutes e participou muito do jogo ofensivo pela esquerda. Foi bem.

Nunes:  Apenas esforçado . Discreto.

João Henrique:  Fraco e atrapalhado no primeiro tempo. Melhorou um pouco na fase final. Não chutou nenhuma bola contra a meta do Guará.

Bruno Duarte: entrou aos 25’, do segundo tempo e chutou uma bola que tinha endereço certo. Fraysmar defendeu.

Léo: entrou aos 29’, ciscou muito e produziu pouco.

Bruno Mineiro: entrou no lugar de Nunes aos 35’ e se deu bem. Sofreu o pênalti que ele mesmo cobrou para fazer o terceiro gol luso.

Márcio Ribeiro: Poderia ter mexido na equipe no intervalo. Fiquei com a sensação que se tivesse voltado com Bruno Mineiro no lugar de Nunes, a Portuguesa teria conseguido vencer por um placar mais largo. Insistiu com João Henrique.

Arbitragem:  Boa. Sem problemas para a Portuguesa.

Chegamos ao final do campeonato com a Portuguesa seriamente ameaçada de rebaixamento. Uma história que nem o mais pessimista torcedor luso imaginou passar. Ao time luso só resta vencer o Tombense e esperar pelo resultado do Macaé. Poucas possibilidades surgem como salvação do time do Canindé.  Veja abaixo:

  • Lusa vence , chega aos 17 pts e torce por derrota ou empate do Macaé que terminaria com 15 ou 16 pts.

 

  • Lusa empata, chega aos 15 pts e torce por derrota do Macaé por dois ou mais gols de diferença. Neste caso a Lusa terminaria com saldo negativo de 11 gols, o Macaé doze ou mais.

 

Tudo isso por causa de nove pontos que a Portuguesa jogou no lixo nas derrotas para Macaé e Guaratinguetá. O castigo pode ser muito pesado.

Um abraço e até a próxima.

Antonio Quintal

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>